quarta-feira, 31 de julho de 2019

Formatura: acerte na maquiagem para cada tipo de evento




Na jornada contemporânea de independência feminina, são muitos os eventos especiais em torno de uma formatura, eternizados por fotos e vídeos oficiais e amadores feitos por fotógrafos, familiares e amigos.

Para gravar este momento em grande estilo e não se arrepender do look daqui a 10 anos, continue lendo esse post para garantir algumas dicas!

Festas pré-formatura
Geralmente mais informais, integram amigos, colegas e, de forma mais relaxada, comemora-se já ali a conquista de um curso superior completo e a proximidade dos grandes eventos.
Relaxe com um look fresco, bonito, leve, opte por uma maquiagem simples, evitando pesar com muito preto nos olhos e ou muito brilho na pele.

Vá mais do tipo “nasci assim” com a pele linda, olhos expressivos, sem que se possa identificar itens de maquiagem no seu rosto. Deixe as produções mais especiais para os próximos eventos. E, use seu cabelo o mais natural possível.

Missa/culto ecumênico
Situação mais formal de evento feito geralmente em templos ou igrejas. Pede um pouco mais de formalidade no look: uma roupa esporte fino, salto mais baixo.
Elegância é a palavra de ordem.

Para acompanhar, faça uma maquiagem mais sóbria e natural, evite brilho, evite extravagância para que o cunho religioso e espiritual do evento seja o destaque sem que se dispute com ele a atenção.

Se você vai de lá para a big party de algum de seus colegas, aí sim, faça um upgrade na maquiagem, iluminando mais a pele, passando um lápis preto na linha d’água, aumentando a máscara de cílios, e refazendo o batom naquela cor poderosa que você adora. Escolha um vestido top para a ocasião e troque sua roupa depois da missa!

Festas particulares na semana da formatura
Como mencionado acima, escolha um vestido lindo, coloque um salto, faça uma maquiagem com mais peso nos olhos, pele iluminada, boca caprichada em alguma cor que você ama e te cai bem. Use seu cabelo solto com a forma realçada por escova ou babyliss.

Colação de grau
O principal erro cometido na colação de grau é a falta de sofisticação dos cabelos em contraponto à formalidade da beca e do capelo.
Aquela roupa toda fechada e com babados, junto com o capelo, pede o destaque do rosto, praticamente a única parte do rosto que fica à mostra, e não para ficar tudo embolado e misturado com os cabelos soltos e exuberantes.

O ideal é prender o cabelo em um penteado clean, baixo e elegante, caprichar em uma maquiagem completa, sem excesso de brilho, e deixar o rosto ser o protagonista da beleza, enquanto o cabelo fica em último plano. Faça o mesmo para tirar fotos de beca para o convite de formatura.

E, caso de lá você vá para outra big party, ao tirar a beca, deixe surgir um vestido charmoso ou sexy, em contraponto ao penteado mais formal preso, fazendo um hi-lo, o que vai te deixar bem diferente dos outros eventos em que você usou os cabelos soltos.

A maquiagem da colação deve ser mais sofisticada, retoque o mesmo batom discreto que usou e arrase no contraste com o vestido sexy.

Já se você vai para uma reunião familiar discreta, use uma roupa charmosa e confortável, como um macacão, para curtir a família, bem linda, combinando com a make e o cabelo preso.

Baile de formatura

























Agora sim, vamos botar para quebrar em todos os recursos de beleza que adoramos! Vestido lindo, saltão, cabelo exuberante, maquiagem maravilhosa com cílios postiços, brilho, glitter, boca maravilhosa, brincos em destaque e muito glamour!
Cuidado para não ficar “vítima” de nenhuma padronização de beleza! Autoconhecimento é tudo na hora de contratar serviços e comprar roupas, para isso a análise de coloração pessoal é importantíssima.

Saber lidar com a beleza natural de seus cabelos e sobrancelhas, determina a personalização do estilo. Dessa forma, você não vai ter nenhum arrependimento quando à sua produção posteriormente.

Agora, conte para nós se você passou dificuldades para escolher seus looks na sua formatura e qual informação relevante este post te acrescentou.

Ah! Não se esqueça de compartilhar com suas amigas. Queremos todas lindas e unidas nessa ocasião especial!

Texto Flávia Gomide 
Agradecimetnos:
Foto: João Almeida
Formanda: Nicolle Junger


quinta-feira, 25 de julho de 2019

5 looks para fazer corrida
















O rabo de cavalo é o penteado clássico que a maioria das pessoas pensa em fazer para correr. Ele é mesmo ótimo, os fios não caem no rosto e ainda possibilita que façamos ao mesmo tempo uma hidratação para o cabelo, veja como:
Use uma daquelas máscaras que são pré-lavagem; elas vão hidratar o cabelo enquanto você corre e também vão ajudar a fixar melhor o penteado, evitando que fiquem caindo aqueles fios mais curtos, assim como a franja.

Mas é sempre bom ter mais opções para correr todos os dias, além disto, algumas de nós não tem cabelo comprido, certo?
Então, confira essa lista especial e descubra o penteado que combina com você!

Boné
Este é um look perfeito para quem corre de dia, procura proteger-se do sol e não quer nenhum fio de cabelo caindo no rosto: faça o rabo com as mãos, encaixe dentro do espaço aberto para regulagem atrás do boné e ele cairá com mais volume pela ausência de uma gominha apertando.

Caso você prefira um rabo mais firme, especialmente se tem muito cabelo, faça o rabo bem na direção desta abertura do boné, para que ele se encaixe ali, passando os fios para fora, através da abertura.

Viseira
Se você sente calor com boné, mas ainda deseja proteger-se do sol, a melhor opção é a viseira. Ela pode se encaixar abaixo do rabo de cavalo, ou, caso seu cabelo seja curto, ela é perfeita para se encaixar dentro do cabelo, deixando todo os fios da parte de cima da cabeça soltos e caindo por cima dela, enquanto o restante permanece por baixo.

O look é de que o cabelo está solto, porém ele não bate no rosto, pois a viseira não permite. Ótima opção de penteado para quem tem cabelo curto.

Faixa de tenista
Se sua preocupação não é com o sol e sim com o suor, use uma faixa atoalhada. Ela apoiará o suor vindo dos poros presentes acima dela e poderá servir para prender o cabelo.

Prenda o cabelo longo em um rabo baixo, para que ele fique abaixo da faixa ou logo acima, bem perto. A gominha e a faixa deverão se encostar, assim o penteado fica harmônico, bonito e prático.

Caso seu cabelo seja curtinho deixe a faixa circular toda o nascimento do cabelo, e o cabelo poderá ficar solto acima da faixa.

Lanterna
Se você corre à noite poderá prender seu cabelo com sua lanterna, especialmente em corridas de trilhas ou entradinhas. As lanternas de cabeça são na verdade faixas, que se encaixam na testa, passando em volta da cabeça. Alguns modelos também tem uma faixa por cima da cabeça, como se fosse quase um capacete.

Coloque seu cabelo para trás, e faça um rabo de cavalo abaixo deste “capacete” ou, caso não tenha essa faixa superior, você pode colocar o rabo de cavalo acima da faixa se preferir.

Para prender melhor o cabelo, utilize a faixa atoalhada em conjunto com a faixa da lanterna. Assim, franjas e fios que não conseguem ficar presos no rabo de cavalo também ficarão longe do seu rosto.

-->
Gostou das nossas dicas? Conta para a gente a sua preferida ou faça uma sugestão sobre qual look importante deixamos de citar!

terça-feira, 16 de abril de 2019

Como aceitar a cor do meu cabelo?


Em primeiro lugar vamos refrescar a memória: já viu que as pessoas em geral elogiam a toda cor de cabelo? Tem gosto para tudo, não é?
Vamos pensar se o que está te impedindo poderia ser uma massacrante padronização que não dá vez para quem for "diferente"?
Mas se estão tantas pessoas padronizadas, com certeza não são todas realmente iguais...
E, que tal se libertar da padronização? Ela é algo que vai contra a individualidade das belezas e das personalidades!
Se seu cabelo é branco e você está lutando com idas a cada 15 dias ao salão para colorir as raízes, pense: uma camisa branca não é chique, um clássico? Assim pode ser também um cabelo branco!

Seu cabelo é crespo? Por que alisar? Ele é lindo, com a sua beleza natural seu volume irá te enfeitar e te diferenciar de uma multidão padronizada e escravizada! Use tranças, elas são lindas e variam super o look afro. Evite escovar e usar chapa! 
Colorir os cabelos afro com cores fantasia ou tradicionais também pode ser uma ótima maneira de variar o look misturando mechas à cor natural, sem ressecá-lo com uma coloração total, assim como os cabelos brancos também podem contar com uma interferência de mecha colorida, fica maravilhoso! hidrate-os adequadamente para não haver dano para os fios com colorações e descolorações. 

Para acertar na cor sugerimos o mais importante: que você faça a sua análise de coloração pessoal! Assim você vai descobrir um universo pessoal colorido que combina com sua pele. Com sua paleta de cores e o relatório da análise em mãos, você terá segurança para ousar conforme as suas indicações pessoais. 


Queda de cabelo no pós-parto

O que você precisa saber sobre queda após a gestação


A queda dos cabelos é um assunto cada vez mais relevante. Ela se dá por diversos motivos, um dos mais relevantes é a alimentação inadequada.
Hoje vamos ver mais um motivo causador desse mal; a queda dos cabelos no pós-parto. Ela ocorre cerca de 2 a 3 meses após o nascimento do bebê, e ao contrário do que muitos pensam, a queda não tem a ver somente com a anestesia. Ao chegar ao final de uma gestação o corpo tem que se readaptar ao metabolismo não gestacional, os hormônios da gravidez deixam de interferir positivamente nos cabelos. É momento de amamentar, se adaptar a novas rotinas... 
As horas de sono diminuem consideravelmente, e uma série de preocupações surgem, além do stress da própria cirurgia quando feita uma cesariana, ou até mesmo do parto normal. 

O resultado da soma de tudo isso é que muitas mulheres acabam perdendo seus cabelos. Mas esse fato, mesmo sendo um inconveniente, não é o final de tudo. Essa perda difusa dos fios nesse período, é chamado de eflúvio telógeno e da mesma maneira que se dá a queda, ele tem o retorno de praticamente 100% dos fios perdidos na queda.
O que você precisa fazer é ter o auxílio de um médico especialista e uma terapeuta capilar. Os médicos tricologistas podem administrar o uso de tecnologias aplicadas à estética capilar, como os lasers, isso aliado a terapias feitas com produtos vasodilatadores e o Home Care adequado. Assim o resultado positivo para que a densidade capilar retorne ao que era é garantido.

Agora, existem casos em que a perda dos fios começa antes do bebê nascer, por motivos hormonais. Aí é necessário ter mais atenção, estamos falando de mulheres grávidas, então é muito importante a ajuda de profissionais capacitados a administrar procedimentos e com conhecimento de quão limitada de autonomia é essa fase da vida da mulher. 
Por exemplo, hoje temos terapias capilares para tratar da queda com óleos essenciais muito eficazes no resultado, mas grávidas não podem ser tratadas com eles. Os óleos agem direto na corrente sanguínea, além de serem terapêuticos através do olfato, dependendo do nível de relaxamento o colo do útero pode se abrir. É válido sim, observar cedo o começo de uma queda e se prevenir um futuro problema, mas com cautela.

Procure sempre uma terapeuta capilar da sua confiança, com ela você deverá se sentir à vontade para conversar sobre o que quiser e discutir o melhor tratamento a ser feito para que seus objetivos sejam alcançados.
Portanto ao perceber uma queda fora do normal, agende logo um diagnóstico. No ViaGomide temos terapeutas prontas para te atender. Esse primeiro contato feito no diagnóstico é uma cortesia, basta agendar seu horário. 

Texto: @raquelnoce

quarta-feira, 13 de março de 2019

Como tratar meu cabelo pós luzes





Outro dia falamos sobre o desejo de ser loira. Hoje vamos falar sobre os cuidados que devemos ter após um processo de descoloração, ou seja após fazer as famosas e desejadas mechas ou luzes.
Para falar disso eu preciso que você entenda o que ocorre com os seus fios durante a retirada do pigmento natural dos cabelos, ou mesmo dos artificiais depositados nos fios por meio de colorações permanentes ou tonalizantes.
A haste capilar (nosso fio) é dividida em 3 partes:

  • cutícula que é a camada externa do fio, protege o interior do fio.
  • córtex que é a parte do meio e a maior das 3; é aqui que encontramos grânulos de melanina responsável pela cor, além de proteínas em maior parte a queratina, líquido e lipídeos que são responsáveis pela força e elasticidade dos fios.
  • lá no centro temos a medula.

Para que ocorra o clareamento dos fios é necessário o uso de descolorantes e oxidantes. Juntos eles abrem as cutículas dos fios, chegando até o córtex (a camada do meio) retirando os pigmentos, acontecendo a desnaturação proteica, ou seja, uma perda considerável de massa capilar, podendo também gerar danos morfológicos modificando a estrutura e enfraquecendo os fios.

Como havia dito no outro post é muito importante o agendamento de uma terapia capilar adequada para um procedimento pós luzes onde ocorrerá a devolução da massa que se perdeu no processo.
É necessária uma reposição proteica e lipídica enquanto ainda as cutículas dos fios encontram-se abertas devido ao processo químico.

Existem várias possibilidades de protocolos terapêuticos para que seus cabelos sejam recuperados imediatamente após a luzes.
Aqui no ViaGomide contamos com protocolos de marcas conhecidas e respeitadas no mundo das terapias e na tricologia como Davines, Wella e NPPE. Essas marcas possuem todas as ferramentas necessárias para obter um resultado eficiente em suas madeixas.

Uma dica importante é que devemos dar continuidade à terapia feita no salão no dia a dia  em casa, usando bons produtos. Todo o home care pode ser indicado pela sua terapeuta capilar visando suprir a necessidade dos seus fios.

Outra dica é que não devemos fazer um autodiagnostico quando o assunto é cabelo, o excesso do depósito de alguns componentes como a queratina, tão citada aqui, pode gerar um enrijecimento ou ressecamento nos fios. Agende sempre um diagnóstico!

texto: @raquelnoce